Prazo para trocas ou devoluções:

Antes de trocar ou devolver artigos, deve entrar em contacto com o nosso Apoio a Clientes por email num prazo de 14 dias a contar da data da receção da encomenda.

Receberá em seguida um e-mail com as informações necessárias para proceder á  troca/devolução. Deve ler estas informações com atenção.

Dispõe de um prazo de 10 dias para fazer chegar até nós os artigos em questão. Os custos de envio da devolução serão suportados sempre pelo cliente.

O valor devolvido ao cliente pela Powerstore, será do valor do produto, não estando abrangidos os custos de entrega e devolução do artigo.

A Powerstore não aceitará devoluções efetuadas sem termos sido contactados, visto termos de processar as mesmas para não perdermos devoluções de clientes.

 

Condições de devolução:

  1. A Powerstore só aceita as devoluções dos produtos em bom estado, isto é, em condições de venda com a embalagem original e com todos os acessórios do produto, acompanhados da prova de compra.

  2. Se a embalagem estiver completamente danificada, não será possível proceder a uma troca ou reembolso.

  3. Caso seja um produto de higiene (Ex.: máquinas de cortar cabelo/barba, fones, depiladoras, artigos íntimos...), as embalagens terem sido abertas e o produto apresentar marcas de uso, também não podem ser devolvidos.

  4. Os gastos de envio para as nossas instalações estão a cargo do cliente e não são reembolsáveis.

  5. Não se enquadra dentro do reembolso os portes de envio pagos para o envio inicial da encomenda (do nosso armazém para a morada á sua escolha). Assim sendo o reembolso será do valor dos artigos e nunca dos portes de envio.

  6. Só é possível efetuarmos uma troca ou proceder a um reembolso depois de o produto ter sido verificado pelos nossos técnicos e confirmarmos que o produto cumpre com as condições estipuladas mais acima.

  7. É enviado um e-mail com os resultados da verificação técnica aquando da conclusão do processo.

  8. As devoluções de dinheiro serão processadas pelo mesmo método de pagamento. As mesmas poderão demorar 15 dias uteis a ficar concluídas.

 

 

Exceções ao direito de livre resolução:

1 - Salvo acordo das partes em contrário, o consumidor não pode resolver livremente os contratos de:

  1.  Fornecimento de bens ou de prestação de serviços cujo preço dependa de flutuações de taxas do mercado financeiro que o fornecedor de bens ou prestador de serviços não possa controlar e que possam ocorrer durante o prazo de livre resolução;

  2. Fornecimento de bens confecionados de acordo com especificações do consumidor ou manifestamente personalizados;

  3. Fornecimento de bens que, por natureza, não possam ser reenviados ou sejam suscetíveis de se deteriorarem ou de ficarem rapidamente fora de prazo;

  4. Fornecimento de bens selados não suscetíveis de devolução, por motivos de proteção da saúde ou de higiene quando abertos após a entrega;

  5. Fornecimento de bens que, após a sua entrega e por natureza, fiquem inseparavelmente misturados com outros artigos;

  6. Fornecimento de bebidas alcoólicas cujo preço tenha sido acordado aquando da celebração do contrato de compra e venda, cuja entrega apenas possa ser feita após um período de 30 dias, e cujo valor real dependa de flutuações do mercado que não podem ser controladas pelo profissional;

  7. Fornecimento de gravações áudio ou vídeo seladas ou de programas informáticos selados, a que o consumidor tenha retirado o selo de garantia de inviolabilidade após a entrega;

  8. Fornecimento de um jornal, periódico ou revista, com exceção dos contratos de assinatura para o envio dessas publicações;

  9. Celebrados em leilão;

  10. Fornecimento de alojamento, para fins não residenciais, transporte de bens, serviços de aluguer de automóveis, restauração ou serviços relacionados com atividades de lazer se o contrato previr uma data ou período de execução específicos;

  11. Prestação de serviços de reparação ou de manutenção a executar no domicílio do consumidor, a pedido deste; 
  12. Consolas ou telemóveis, que por terem software de ativação deixam de poder ser devolvidos;

  13. Fornecimento de conteúdos digitais não fornecidos em suporte material se:

i) A sua execução tiver início com o consentimento prévio e expresso do consumidor;

ii) O consumidor reconhecer que o seu consentimento implica a perda do direito de livre resolução;

 

 


2 - No caso dos contratos previstos na alínea m) do número anterior, é aplicável o direito de livre resolução relativamente a serviços prestados além dos especificamente solicitados pelo consumidor ou a fornecimento de bens diferentes das peças de substituição imprescindíveis para efetuar a manu
tenção ou reparação.

Última Atualização: 19 de Julho de 2021 

Siga-nos no Facebook